José Manuel Rodrigues agradeceu trabalho do Banco Alimentar

Foto DR

Na cerimónia que assinalou os 10 anos da presença do Banco Alimentar na Região, o Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira, José Manuel Rodrigues, agradeceu o trabalho desenvolvido pela instituição, na Madeira e no país.

O Presidente da Assembleia Legislativa da Madeira começou por agradecer ao padre José Luís Rodrigues, «por há 10 anos ter formado o grupo que fez nascer este Banco Alimentar»

«Se a Assembleia Legislativa da Madeira é o baluarte dos valores e da emancipação política dos madeirenses, este Banco Alimentar é a fortaleza da solidariedade social, da partilha e do amor ao próximo», reforçou.

O Presidente do Parlamento madeirense transmitiu, ainda, a «profunda gratidão com todos aqueles que ao longo desta década têm servido e servem o Banco Alimentar Contra a Fome na Madeira”. À presidente da instituição na Região, Fátima Aveiro, prestou também uma homenagem perante “o trabalho que tem vindo a realizar.»

«Milhares de famílias na Madeira devem muito ao Banco Alimentar, mas também os órgãos de Governo próprio da Região. Porque é com o serviço do Banco Alimentar e das IPSS (Instituições Particulares de Solidariedade Social) que nós, muitas vezes, completamos as políticas públicas ou então colmatamos as lacunas das políticas públicas que não podem chegar a todo o lado», afirmou.

José Manuel Rodrigues agradeceu a Isabel Jonet, presidente do Banco Alimentar a nível nacional, «o trabalho extraordinário e notável à frente da federação dos Bancos Alimentares, um trabalho que se traduz em menor pobreza, menor miséria», disse.

José Manuel Rodrigues alertou para os tempos difíceis que estamos a viver, «apesar da dinâmica de crescimento verificada na Madeira», mas avisou que «temos de estar atentos e ver se há necessidades e se é necessário atender a quem precisa», concluiu.