Não podeis agradar a dois senhores!

Hoje, ao abrir o “baú” de recordações, saltou-me este “cartão de visita” que completou no passado dia 17 do mês em curso a efeméride de 20 anos.
Ao ler com atenção o apelo numa das faces do postal, à minha mente surgiu o texto bíblico
“Ninguém pode servir dois a senhores, porque ou há de odiar um e amar o outro ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e ao dinheiro ” (Mt 6.24)
Mas na Política o que hoje é branco amanha é preto…
“Nos últimos anos, os três deputados do PSD e os dois do PS passaram a vida a guerrear-se, defendendo cada um os Governos das suas cores políticas. No meio desta guerrilha partidária, esqueceram-se de apresentar propostas para melhorar a vida dos cidadãos, famílias e empresas da Região”, referia-se no verso do postal.
Aplauso; não é incrível como a água limpinha só faz bem a todos…
Vinte anos passados a água ficou suja e tudo o vento levou.
O problema é quando abandonamos o berço politico que nos amamentou durante todos estes anos em troca de um sonho que se torna real, porque sonhar não é fácil. Recordamos a célebre frase histórica de D. Luísa de Gusmão: “Antes ser rainha por um dia do que duquesa toda a vida”. O problema é quando o “penacho” toma lugar no nosso coração.
Temos de reconhecer, no entanto, que foi talhado para o lugar actual e ficará na galeria dos presidentes da Assembleia com o cognome “o diferente”.
Encerramos com o último parágrafo do postal_  “É para cumprir, peço o seu voto no dia 17 de
Março”.
(“Porque onde estiver o vosso tesouro, aí estará também o vosso coração” (Mateus 6.21)