“Madeira Primeiro” insiste na majoração dos apoios à UMa

“Na última Legislatura e, aliás, por diversas vezes, os deputados do PSD/Madeira eleitos à Assembleia da República insistiram na necessidade de reforçar os apoios à Universidade da Madeira e apresentaram, inclusive, uma proposta de aditamento ao Orçamento de Estado de 2021, com esse fim, proposta essa que, infelizmente, foi chumbada com os votos do PS”, afirmou hoje, o candidato pela coligação PSD/CDS “Madeira Primeiro”, Dinis Ramos.

Numa acção política no Campus da Penteada, o orador garantiu que o reforço destas ajudas ao funcionamento da UMa será um assunto prioritário a trabalhar no parlamento nacional, de modo a que “a nossa Universidade possa ter melhores condições de funcionamento, mantendo a excelência dos serviços que presta e garantindo a melhor resposta a todos os nossos estudantes”.

“As Universidades devem ser vistas pelo poder central como um instrumento estratégico de desenvolvimento das Regiões onde se inserem, um desenvolvimento científico, cultural e, acima de tudo, um desenvolvimento social, visão essa que, infelizmente, não tem sido a regra no que nos respeita”, opinou Dinis Ramos, para quem, em matéria de programas operacionais e candidaturas a Fundos Europeus, a Universidade da Madeira “não tem estado em condições de igualdade em relação às suas congéneres de Portugal continental”.

Mais uma discriminação que a candidatura “Madeira Primeiro” se compromete a combater, lembrando, igualmente, que, face ao incumprimento e à insensibilidade do Governo da República quanto às reais necessidades da Universidade da Madeira, tem sido o Governo Regional “a suprir algumas das lacunas existentes”, concedendo-lhe apoio financeiro e logístico.