Inaugurado Herbário na FCV-UMa

A Faculdade de Ciências da Vida da Universidade da Madeira (FCV-UMa) através do Grupo de Botânica da Madeira (GBM) inaugurou, pelas 11 horas do passado dia 6 de Outubro, as instalações do Herbário, considerado um instrumento precioso de valorização da Ciência Botânica nesta instituição de ensino superior madeirense.

Ao abrigo do Projecto MACFLOR2 (MAC/4.6d/386) foi instalado o Sistema de armários móveis para o herbário do GBM/FCV.

Esta estrutura foi instalada na sala de Herbário, estando prevista desde 1999, informa uma nota de imprensa. A aquisição deste equipamento é indispensável para todas as actividades do projecto supracitado, incluindo a caracterização das populações naturais e dos endemismos de plantas vasculares em estudo. As colheitas de material vegetal, flores ou amostras de folhas para estudos de variabilidade genética, e espécimes de herbário correspondem a um dos objectivos deste projecto.

O trabalho de campo realizado nas últimas duas décadas, resultou na colheita de cerca de 40.000 espécimes, cujo armazenamento em condições que garantam a sua preservação é essencial. Nesse sentido o espaço onde foi instalado o sistema de armários móveis foi também climatizado (através do projeto MACFLOR1) mas foi a aquisição dos novos equipamentos que veio permitir o armazenamento em condições museologicamente corretas dos espécimes de herbário.

Este equipamento vem suprir a necessidade de organização do herbário da Universidade da Madeira (UMad, Herbário Richard Thomas Lowe) que inclui as colecções de plantas relacionadas com diversos projectos de investigação que se desenvolveram ao longo dos últimos 20 anos, bem como projectos relacionados com diversas teses de doutoramento e mestrado e ainda as plantas que resultam de actividades pedagógicas em diversas unidades curriculares do curso de Biologia.

Constitui uma valiosa contribuição para o desenvolvimento da ciência botânica (nas suas mais diversas facetas, já que inclui também uma coleção micológica e uma importante colecção de fósseis de plantas) na Região Autónoma da Madeira, mas também uma nova e valiosa ferramenta pedagógica, refere o comunicado enviado às Redacções.

Na cerimónia de inauguração estiveram presentes o reitor da UMa, Sílvio Fernandes; o presidente da FCV-UMa, Ivo Furtado; e o coordenador do GBM, Miguel Sequeira. Estiveram também presentes Luísa Gouveia, directora de Serviços de Gestão e Valorização de Espaços Verdes e Áreas Classificadas, em representação do IFCN, IP-RAM, bem como os membros do GBM. Manuela Gouveia (FCV, UMa),  José Jesus (FCV, UMa), Jorge Capelo (INIAV – Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária I.P.), Sandra Mesquita (CEABN. InBio | ISA. ULisboa) e Carlos Góis-Marques (FCV, UMa).