Mafalda Gonçalves quer resolver “atentados” ao ambiente em Santa Cruz

A candidata do PS à Câmara Municipal de Santa Cruz, Mafalda Gonçalves, considerou ontem essencial criar soluções que resolvam os repetidos problemas de descargas e esgotos a céu aberto no concelho. Mafalda Gonçalves considera que é tempo de resolver os problemas de base do concelho e quer uma avaliação técnica dos investimentos que estão por fazer na área do ordenamento e protecção ambiental que defina as prioridades de intervenção e elimine os “atentados” que ainda persistem em Santa Cruz.

Mafalda Gonçalves lembra que “são conhecidos e frequentes os casos de contaminação ambiental que continuam a ocorrer no concelho. Existem contaminações com origem em pecuárias licenciadas e localizadas nas várias freguesias de Santa Cruz, descargas nas ribeiras e no mar por parte de empreendimentos ou estações de tratamento de água residuais com equipamentos antigos ou infraestruturas subdimensionadas e ainda muitas habitações sem ligação a redes de saneamento básico”.

A candidata considera que todo este cenário, que coloca em causa a qualidade ambiental de Santa Cruz e a saúde das pessoas que vivem e usufruem do concelho, não resulta de actos isolados de sabotagem, mas sim de falta de investimento municipal numa “área demasiado importante para ser ignorada pela autarquia”, refere.

Na frente dos destinos da Câmara Municipal, Mafalda Gonçalves quer mais fiscalização ambiental e mais investimento em soluções que eliminem os focos de contaminação que continuam a ocorrer em Santa Cruz

A candidata refere pretender reforçar o investimento no saneamento básico alargando a rede e beneficiando secções degradadas, quer soluções viáveis e definitivas para as estações de tratamento de água residuais. Fará também uma avaliação técnica sobre a quantificação e destino dos resíduos das explorações e outras instalações pecuárias localizadas no concelho e apoiará a requalificação e modernização de infra-estruturas de tratamento de resíduos de estabelecimentos sediados em Santa Cruz, tornando o ambiente e a saúde pública uma das prioridades do seu mandato.

“O ambiente pode não dar votos, mas garante saúde, segurança e desenvolvimento sustentável”, destaca.