Gualberto Fernandes disse que liderança da Ponta do Sol é feita de “oportunidades perdidas”

O PSD sublinhou, ontem que os ponta-solenses merecem “um executivo que trabalhe e não se limite a culpar terceiros por aquilo que não faz”. Gualberto Fernandes referiu que “é verdade que podemos dizer que existe um concelho da Ponta do Sol antes e outro depois da liderança da actual presidente de Câmara, sendo que, o que fica nesse depois, são as inúmeras oportunidades perdidas nestes oito anos, a falta de visão e de estratégia e a incapacidade do atual Executivo Municipal encontrar e implementar as soluções que faltam à nossa população (…)”, acusou.

O candidato pela coligação PSD/CDS à Câmara Municipal, Gualberto Fernandes reagia às declarações socialistas aquando da candidatura do PS às próximas eleições na Ponta do Sol.

“É mentira que o Governo Regional tenha alguma vez discriminado o concelho da Ponta do Sol”, afirmou. “O que existe é uma clara e objectiva falta de capacidade deste Executivo em apresentar propostas e projectos válidos que sejam apoiados e que contribuam para o desenvolvimento do concelho”, sublinhou, a este propósito, o candidato do PSD/CDS, deixando claro que “esta demagogia gasta e infundada nada resolve nem acrescenta ao muito que existe por fazer no concelho”.

“Se a Presidente actual prefere culpar os outros em vez de fazer e cumprir o seu papel, então não está à altura do cargo que desempenha”, sentenciou.

Contrariando a falta de investimento do GR no concelho, relembrou a obra de reabilitação da Estrada Regional nos Moledos, a limpeza e contenção das escarpas na Rateira e Terra Chã, a conclusão do túnel da via expresso entre a Ponta do Sol e o Arco da Calheta, a conclusão da variante em túnel à marginal da Madalena do Mar, a requalificação das zonas de lazer da Malhadinha, da Fonte de Coxo e da Bica da Cana, o Caminho entre a zona alta dos Canhas (Eiras) e o Pinheiro no Arco da Calheta, a requalificação do Cais da Ponta do Sol e a recuperação do antigo Centro de Saúde da vila e adaptação a Centro de Dia, para além da recuperação de veredas agrícolas e de muitas outras intervenções.