Comando Operacional da Madeira formou já 17 operadores de drones

O Comando Operacional da Madeira deu conta de ter concluído, na passada sexta-feira, a segunda edição da Formação Básica para Controladores Remotos de Veículos Não-Tripulados, vulgo drones.

A acção contou com a presença de uma dúzia de elementos designados pelo Serviço Regional de Protecção Civil, Polícia Marítima, Polícia de Segurança Pública, Direção Regional de Ordenamento do Território, Instituto das Florestas e Conservação da Natureza e SANAS Madeira.

A dita acção de formação foi ministrada por pessoal do Núcleo de Formação e Treino Operacional Conjunto de Sistemas Aéreos Não-Tripulados do COM e incluiu, pela primeira vez, o treino de operação de drones em ambiente marítimo, com a colaboração de meios da Polícia Marítima.

A actividade do Núcleo de Formação e Treino do COM prossegue esta semana com a realização de uma terceira acção de formação e treino, dirigida a quatro militares do Estado-Maior-General das Forças Armadas. O COM dispõe de cinco drones e formou, desde Fevereiro passado, 17 operadores. O Funchal Notícias tem acompanhado e inclusive noticiado em primeira mão a aposta do Comando Operacional no uso destes veículos não tripulados, telecomandados por operadores qualificados.