A caminho das Autárquicas de 2021 (Ribeira da Janela)

Ribeira da Janela é uma freguesia do concelho do Porto Moniz com 228 habitantes, segundo o Censos 2011.

O nome deriva da ribeira que tem a foz junto da localidade, e que também é a mais longa da Ilha da Madeira.

Encontra-se nesta freguesia o único parque de campismo da Ilha da Madeira, uma instalação moderna à beira da estrada regional.

Os ilhéus na foz da ribeira são o ex-libris da freguesia assim como a Central Hidroelétrica do arquiteto Chorão Ramalho e o frondoso Fanal.

Márcia Rubina Pereira Mendonça reconquistou a Junta para o PS em 2017.

Politicamente falando, a Ribeira da Janela já experimentou ser governada pelo PPD, pelo CDS e pelo PS.

Nesta freguesia, a alternância faz-se mais pelo nome dos candidatos do que pelas siglas partidárias.

O CDS, então designado de partido “da bola preta” -como era carinhosamente conhecido-, ganhou a freguesia em 1985 e nunca mais a reconquistou.

O PSD tem a hegemonia só quebrada em 1997 pelo PS cujo rosto foi o sargento Pereira, já falecido e, em 2017, por Márcia Mendonça.

De 2001 até 2017 só deu PSD.

Na Ribeira da Janela só não houve eleições para a assembleia de freguesia nas primeiras eleições autárquicas livres após o 25 de abril (1976) por o número de eleitores, nessa altura, ser inferior a 301.

Em 2017, o PS reconqusitou a frgeueisa por 54,34% (94 votos), elegendo a bombeira Márcia Mendonça.
O PSD obteve 31,21% (54 votos), o Movimento “Mais Porto Moniz” 10,4% (18 votos), o PTP 0,58% (um voto).