Carlos Pereira acusa Marisa Matias de ignorar a Autonomia e diz que cargo de Representante da República “é um ultraje”

O deputado do PS-Madeira no parlamento nacional, Carlos Pereira, criticou hoje as declarações de Marisa Matias, candidata do Bloco de Esquerda (BE) às Eleições Presidenciais, proferidas no Funchal.

O deputado acusou o BE de nunca ter defendido, «de forma séria e consistente, a autonomia», afirmando que «a defesa da descentralização é a forma habilidosa que alguns tentam para esconder a sua desconfiança com a regionalização».

Carlos Pereira referiu que estes conceitos são distintos e sustenta que «é pior para todos quando as necessidades de consolidar o princípio de subsidiariedade começam pela descentralização, deixando a regionalização em segundo plano». «É fácil de entender: descentralizar para territórios sem escala implica voltar atrás, se algum dia se avançar na regionalização», acrescenta.

Já quanto à defesa do cargo de Representante da República, Carlos Pereira diz que Marisa Matias não faz ideia do que fala e questiona mesmo se esta tem alguma noção das funções afectas ao cargo. «A sua existência é um ultraje para a Autonomia. É apenas de corpo presente, inútil e desnecessário, não dignificando o processo autonómico», concluiu.