Cinco milhões para novo estádio em Câmara de Lobos é “necessidade imperativa”

O presidente do Governo Regional, Miguel Albuquerque, visitou hoje as obras do novo Campo de Futebol Municipal de Câmara de Lobos, “uma necessidade imperativa deste concelho”, conforme disse. Tudo porque o actual campo municipal “está superlotado, pois temos cinco clubes, só no futebol”. São 635 atletas, mais as escolas de formação.

“Como somos detentores de parte substancial destes terrenos”, explicou Albuquerque, avançar-se-á já para o ano com a construção do novo estádio de futebol. “Neste momento está tudo pronto para inscrevermos esta obra no próximo orçamento”, declarou. A mesma custará cinco milhões de euros, que o governante acha que “será dinheiro muito bem investido”.

No Estreito de Câmara de Lobos dar-se-á ainda início à construção de um novo pavilhão, já em Novembro. Convicto de que são necessárias mais infraestruturas desportivas na Madeira, Miguel Albuquerque disse que a oposição, que, acusou, há anos diz muito mal das obras, “fica toda satisfeita quando os atletas recebem galardões nacionais e internacionais”. Ora, isso decorre “da formação desportiva e das infraestruturas que foram construídas”.

Albuquerque disse que já foi duas vezes testado para a Covid-19, e que deu negativo outra vez. Albuquerque esteve em contacto com conselheiros de Estado que se revelou depois terem tido entre si um elemento que estava doente, Lobo Xavier.