Eduardo Jesus afirma que a “retoma está a acontecer” no sector turístico

O secretário regional do Turismo e Cultura, Eduardo Jesus, esteve hoje no Aeroporto da Madeira, para assinalar o reinício da ligação com a Madeira estabelecida pelo operador inglês Jet2, tal como já tinha sido oportunamente anunciado, com regozijo, pela SRTC. “É uma operação extremamente importante para nós”, disse o governante. “Trata-se do maior operador inglês que opera para a Madeira, e que já na segunda-feira faz chegar aqui um conjunto alargado de voos, que transportarão centenas de pessoas” para a RAM.

Apesar das restrições que a Grã-Bretanha ainda coloca no regresso de passageiros a casa, a verdade, disse Eduardo Jesus, é que a Jet2 conseguiu cativar um conjunto alargado de turistas que, ainda assim, “acreditando no destino seguro que a Madeira representa”, querem vir cá passar férias, mesmo que tenham de ficar de quarentena no regresso.

Essa, disse Eduardo Jesus, é uma prova de “grande confiança” na RAM. Este é um destino seguro não porque alguém o diz, sublinhou Eduardo Jesus, mas porque “têm sido tomadas medidas muito objectivas que transmitem essa mesma segurança”.

“É um dia feliz para a Madeira, após largos meses sem a presença da Jet2, voltar a ver aterrar na Madeira o avião desta companhia”, celebrou Eduardo Jesus, elogiando, por outro lado, a legislação que torna obrigatório o uso das máscaras em espaços públicos, com algumas excepções.

A retoma, afirmou o governante, está a acontecer no sector turístico: “Este mês de Agosto temos um conjunto alargado de operações que faz passar de 60 voos semanais para 140”, assinalou. Um aumento “em que a Jet2 deixa um contributo extraordinariamente grande”.