Madeira recolheu quase duas toneladas de pilhas e baterias no âmbito da “Escola Electrão”

O Electrão – Associação de Gestão de Resíduos, no âmbito da 8ª edição da Escola Electrão, que decorreu no ano lectivo 2019/2020, atribuirá às escolas que participaram, e que recolheram equipamentos eléctricos e pilhas e baterias usados, diversos prémios. Entre os ditos, estão microscópios, impressoras, computadores, videoprojectores e tablets. A Madeira recolheu quase duas toneladas de resíduos de equipamentos eléctricos e pilhas e baterias.

Esta 8ª edição da campanha Electrão envolveu mais de 350 escolas em todo o País, incluindo escolas da Madeira e dos Açores, e permitiu recolher mais de 125 toneladas de equipamentos eléctricos, pilhas e baterias usados.

Na ilha da Madeira foram recolhidos 1771 mil quilos de resíduos eléctricos e electrónicos, pilhas e baterias. O destaque vai para a Escola Básica dos 2.º e 3.º ciclos do Estreito de Câmara de Lobos, que conseguiu ultrapassar uma tonelada de equipamentos recolhidos, refere-se.

Numa edição que contou com muitas novidades e que foi concluída já durante o período de confinamento, com a grande maioria das escolas encerradas, os resultados obtidos superaram as expectativas e reforçam a importância da sensibilização para a separação de resíduos junto dos mais jovens, considera-se, num comunicado às Redacções.

A atribuição dos prémios foi efectuada com base num sistema de pontos, para os quais contou a quantidade de resíduos recolhida pela escola, e a pontuação obtida no Quiz. Além dos equipamentos, as escolas irão também receber um valor proporcional à quantidade de resíduos recolhida – 50€ por cada mil quilogramas de equipamentos eléctricos e electrónicos usados e 75€ por cada mil quilogramas de pilhas entregues –  o que significa que no total serão distribuídos mais de 10.000 € em prémios.

O Electrão – Associação de Gestão de Resíduos é a entidade na área da responsabilidade alargada do produtor com maior relevância a nível nacional, actuando na gestão de três fluxo de resíduos: equipamentos eléctricos, pilhas e baterias, e embalagens. Recebe a confiança de mais de 1500 Produtores e Embaladores, a quem presta serviços nesta área. Gere uma rede com mais de 5500 locais de recolha de equipamentos eléctricos e pilhas e baterias usados, assegurando o correcto encaminhamento destes resíduos, bem como os resíduos de embalagens recolhidos pelos sistemas municipais, para tratamento e reciclagem. É um dos principais promotores da economia circular no País e desenvolve diversas campanhas de comunicação e sensibilização para a correcta separação de resíduos e para a mudança de comportamentos e para um consumo mais sustentável.