Serviços públicos? Prepare-se para esperar na fila

De um momento a outro, os serviços públicos passaram a ter de gerir também filas no atendimento. As regras de distanciamento nas instituições e as horas previamente agendadas para alguns atendimentos têm como resultado o que a imagem denota.

Serviços há que ainda funcionam a meio gás, numa rotatividade do pessoal, outros ainda nem abriram e ainda outros, mesmo com o pessoal todo no ativo, têm que evitar aglomerados. Nos bancos, na Loja do Cidadão, nas Finanças, nas instituições de saúde como clínicas, e noutros serviços públicos muito concorridos, é extremamente difícil ser atendido de forma célere. Um cenário que passará a fazer parte da moldura urbana covid-19?