Casa do Povo de Santo António da Serra (Machico) faz 25 anos

A Casa do Povo de Santo António da Serra, concelho de Machico, comemora esta 2.ª feira, dia 24 de fevereiro, 25 anos da sua criação.

A data coincide com a aprovação dos estatutos e respetiva criação desta instituição pelo então secretário regional da Agricultura e Pescas, Bazenga Marques. Os estatutos viriam a ser publicados no JORAM a 5 de julho de 1995.

A atual presidente, Adriana Marques, empossada há pouco mais de um ano, afirma “que os princípios subjacentes à casa do povo, e aos objetivos de uma instituição como esta, mantêm-se os mesmos”, ou seja, “pretende-se desenvolver a comunidade em que nos inserimos no que respeita à cultura, tradições, atividades recreativas e desportivas e, ainda, a ocupação de tempos livres”.

A casa do povo conta com o Grupo Cultural e Recreativo, já com 23 anos, que tão bem representa o nosso povo e as nossas tradições. Recentemente, foi criado um grupo de cordofones, “A caçoar”, e um grupo de dança infantojuvenil.

Além disso, há uma um projeto na área da tecelagem em desenvolvimento, em que a tradição se funde com arte contemporânea. “Estamos a aproveitar o conhecimento das artes mais antigas para as passar a outros para que a tradição perdure.”

Refere que hoje, mais do que nunca, precisamos de instituições como as casas do povo para desenvolver as comunidades, em especial no meio rural, que não têm acesso a atividades com tanta facilidade como nos meios citadinos. “As pessoas precisam que as instituições deste cariz lhes apresentem formas de ocupar os tempos livres, que tragam as atividades de recreação e culturais até si,” arremata.

Mas, acrescenta, “também temos de pensar em trazer ao nosso meio formas de ocupar as crianças e jovens, mesmo que agora nos deparemos com menos crianças e jovens”. Aponta que se tem de selecionar bem o que se quer apresentar, com qualidade.

As comemorações das bodas de prata terão lugar nas instalações desta instituição, que terá portas abertas para toda a população que queira cantar os parabéns e tomar parte na festa, a partir das 18h30 de segunda feira. Aproveitando esta data, serão prestadas homenagens a algumas das pessoas que com o seu trabalho e dedicação tornaram possível chegar até aqui, passados 25 anos, com uma casa ativa e aberta a todos.

No decorrer do ano 2020, a direção pretende continuar a celebrar os 25 anos da Casa do Povo de Santo António da Serra e irá realizar atividades diversificadas, sempre dependente de orçamentos e cabimento orçamental.

Conta, tal como em anos anteriores, da boa vontade e do apoio da Secretaria Regional da Agricultura e Desenvolvimento Rural, da câmara municipal de Machico e das juntas de freguesia de Santo António da Serra. A valorização das atividades e eventos também só se faz com a colaboração de empresas privadas e de muitos voluntários locais.