Direcção Regional do PS-M critica vereadora Sofia Santos e reforça confiança nos restantes elementos eleitos

A Direcção Regional PS Madeira veio hoje reforçar a sua “total confiança” nos elementos eleitos pelo PS para os órgãos autárquicos locais, à excepção da vereadora Sofia Santos, eleita pelo PS à Câmara Municipal do Porto Santo, que aceitou integrar o respectivo executivo camarário e viabilizar uma maioria do PSD. Na sequência da retirada da confiança política à vereadora, pela concelhia do Porto Santo, a Direcção Regional do PS reconhece aos restantes eleitos pelos socialistas “todo o empenho e mérito ao longo do seu mandato, com reflexos eleitorais positivos evidentes, como os demonstrados nas eleições regionais e nacionais de 2019, em que obtivemos duas vitórias por larga maioria nesse território, prova máxima do reconhecimento da população local pelo trabalho desenvolvido”.

“Reforçamos igualmente a nossa confiança na estrutura concelhia do PS Porto Santo, que tudo tem feito para, em conjunto com todos os seus eleitos nos diferentes órgãos, apresentar um projecto alternativo sério para o Porto Santo e que não sairá diminuído pelo taticismo político agora revelado pelo PSD e pela Vereadora em causa, que envergonha todo e qualquer processo democrático sério e revela falta de maturidade política”, refere este órgão directivo dos socialistas da Região.

O comunicado conclui dizendo que o PS conta com todos os seus eleitos para continuarem a dar um contributo fundamental para a consolidação de um projecto de alternativa governativa do Porto Santo, “que esperamos vencedor nas próximas eleições autárquicas, em 2021, e no qual continuaremos todos totalmente focados e empenhados, sempre em prol da população do Porto Santo, que dele bem precisa e nele confia, como demonstrou nas duas últimas eleições”.