CMF aprova novo regulamento de estacionamento à superfície no Funchal

O edil funchalense referiu que na reunião de Câmara de hoje foi aprovado, para levar a consulta pública, o regulamento de estacionamento à superfície da cidade do Funchal, que há vinte anos carecia de uma nova adequação à realidade da mobilidade urbana. O dito regulamento foi agora alterado. Está previsto o pagamento com meios electrónicos, disse Miguel Gouveia, que adiantou ainda estarem previstos descontos para quem fizer compras no comércio tradicional.

O regulamento alterado vem ainda “clarificar as competências da CMF em matéria de fiscalização”, podendo a autarquia também fiscalizar o estacionamento à superfície, como vinha acontecendo de há uns anos a esta parte, algo que no entanto tinha sido entretanto suspenso.

As novas regras estarão em consulta pública durante vinte dias. A CMF convida todos a analisarem as novas regras, para se poderem pronunciar. “Alguns dos nossos parceiros, nomeadamente a PSP e outras entidades com responsabilidade na mobilidade da cidade” serão consultados formalmente, anunciou.

Entretanto, e nesta reunião, foi revogado o contrato que existia com um empreendedor imobiliário, para que fosse este a desenvolver o instrumento de gestão territorial na zona do Amparo, a dita “unidade de execução 7”. Passa a Câmara a assumir o desenho daquele território, que “permitirá oferecer à cidade cerca de onze mil metros quadrados de domínio público, não só com zonas ajardinadas mas também com uma nova alameda (…)”.

Naquela que foi a última reunião da CMF neste ano, deliberou-se ainda atribuir cerca de 45 mil euros em apoios financeiros, quer para entidades de cariz cultural, quer desportivo. Entre os eventos previstos está a Taça do Mundo de Patins em Linha: “O Funchal, em 2020, integrará o circuito mundial, com sete cidades de diversos países”, declarou. Haverá também um apoio para o Campeonato do Mundo de Paratriatlo, e aos escalões de formação do Club Sports Madeira, em andebol.