Sara Cerdas defende estratégia para turismo todo o ano no Porto Santo

Terminou ontem a segunda edição do Roteiro Geração Madeira, que decorreu no Porto Santo tendo como mote a temática “Turismo, Mobilidade e Agricultura”. Tratou-se de uma iniciativa da eurodeputada socialista Sara Cerdas e que contou com a participação dos deputados regionais Miguel Brito, Sílvia Silva e Sérgio Gonçalves.
A parlamentar diz ser evidente que “a economia da Madeira e Porto Santo encontra-se dependente do sector dos serviços e do turismo. Por outro lado, e ao contrário da Madeira, o Porto Santo verifica uma maior sazonalidade, que sem dúvida constatamos nesta visita em pleno mês de Dezembro”, assumiu.
“Verificamos que, apesar da temperatura amena, das excelentes condições hoteleiras e de algum comércio aberto, o Porto Santo está praticamente deserto. Devido ao reduzido número de voos directos e opções nos horários dos transportes marítimos, especialmente no Inverno, assistimos a uma dupla insularidade que condiciona toda a sua mobilidade, seja para os residentes, seja para os turistas e para as empresas, criando alguns obstáculos ao seu desenvolvimento.”
A eurodeputada alertou para a necessidade de garantir a continuidade territorial, “em especial entre a Madeira e o Porto Santo” visando “minimizar as desigualdades da insularidade e ultraperiferia relativamente às ligações marítimas inter-ilhas”.
Sara Cerdas garante que o Porto Santo tem reunidas todas as condições para ser um destino de excelência ao nível do turismo sustentável, um nicho de mercado que considera não estar a ser explorado. “(…) O Governo Regional deve vender a marca Porto Santo nos diferentes Estados-Membros para o período de Inverno de maneira a combater a sazonalidade e desta maneira dinamizar a economia local”, declarou.
Actualmente, no Parlamento Europeu, a Comissão de transportes e turismo está empenhada em promover o turismo sustentável. “O Porto Santo pode e deve desenvolver um trabalho articulado com as diferentes instâncias regionais, nacionais e europeias, no sentido de ser um exemplo”, postulou.