Rafael Macedo revela que vai entregar “provas documentais ao Ministério Público” no dia 20

Rafael Macedo médico“No dia 20 de Novembro próximo, no Palácio de Justiça, DIAP, Funchal, pelas 15 horas, irei entregar em mão no MP as provas documentais que tenho em meu poder ao Procurador e que são relativas aos processos em causa”.

Foi assim que o médico Rafael Macedo convocou os jornalistas a estarem presentes nesta iniciativa, sublinhando tratar-se de “um assunto de total interesse público”.

O médico, que se encontra suspenso há meses a aguardar o desfecho de um processo movido pelo SESARAM, na sequência de declarações proferidas pelo clínico à TVI e mais tarde no âmbito da comissão de inquérito parlamentar ao serviço que geria, a Unidade de Medicina Nuclear, refere assim que vai entregar documentos para sustentar a sua defesa.

Rafael Macedo fez críticas ao funcionamento do Serviço Regional de Saúde, designadamente a alguns serviços, apontando nomes e provocando uma onda de reações nos meios médicos e politicos da Região. Foi suspenso, ainda não há decisão e entretanto, por via das eleições, o conselho de administração já foi substituído, com a saída de Tomásia Alves e a entrada de Rafaela Fernandes.