Região desenvolvida com mais investigação é um dos objetivos do Governo, realça Rui Barreto

Rui Barreto ODAE conferenciaO secretário regional da Economia, Rui Barreto, participou, esta manhã, na sessão de boas-vindas aos cerca de 50 engenheiros e investigadores que participam, ao longo do dia de hoje, na Conferência Internacional “Open Dialog in Applied Engineering: Recent Advances and Frontiers – ODAE 2019”.

Segundo o governante é “extremamente importante que organizações como aquela que hoje se está a organizar, com cerca de 50 engenheiros e também investigadores ligados à nanotecnologia e à nano medicina, possam acontecer na Madeira e em consonância com a estratégia que o Governo Regional delineou para a especialização tecnológica”.

“Há cada vez mais projetos europeus de cooperação externa, com fundos relevantes que se podem partilhar à escala europeia e, até, além da Europa. A Madeira tem dado, de facto, cartas nessa matéria, nomeadamente, através da sua Universidade, mas também da ARDITI e do Observatório Oceânico, envolvendo associações empresariais”, referiu.

O Secretário da Economia deu o exemplo do cartão biométrico, um projeto que está a ser desenvolvido e aplicado na Região no âmbito do sistema de incentivos PROCIENCIA, que “foi desenvolvido com vários estados membros e essa experiência está a ser agora aplicada na Madeira”.

“O Governo tem no seu programa a intenção de criar um corpo único para aceder melhor a estes projetos e com eles poder, também, desenvolver a Região e fazer mais investigação”, garantiu.

O ODAE realiza-se pela primeira vez em Portugal, na Madeira, e traz à Região engenheiros e investigadores de todo o mundo que irão, nesta conferência, discutir os mais recentes desenvolvimentos e tendências na área da engenharia aplicada, bem como transmitir as últimas novidades resultantes de projetos de investigação “Marie Curie RISE” financiados pela União Europeia no âmbito do Horizonte 2020 – Programa-Quadro de Investigação e Inovação da UE.