Investimento no hotel de cidade Turim Santa Maria elogiado por Miguel Albuquerque

O presidente do Governo Regional da Madeira marcou hoje presença, acompanhado de secretários regionais e outras entidades, na inauguração do hotel Turim Santa Maria, na Rua João de Deus, enaltecendo a aposta dos empresários no investimento. A ocasião contou com José das Neves Martins, que preside à família responsável pelo empreendimento, e Ricardo Martins, CEO do grupo.

“É verdade que o sucesso dá muito trabalho”, referiu o governante, mas ele deriva também do “sentido de risco que é inerente aos audazes. As nossas sociedades precisam de pessoas, como é o caso do senhor José Martins e respectiva família, que saem da sua zona de conforto e arriscam no investimento, e na melhoria das suas performances na área profissional do turismo”.

A RAM e o país têm de acolher e estimular os empresários e a inovação, opinou, criticando, por outro lado, a acomodação e a estigmatização dos empresários que sofrem revezes. Nas sociedades anglo-saxónicas de grande sucesso e economias de mercado dinâmicas, não se cria nenhum estigma nos investidores que falham e que tentam outra vez, declarou, defendendo “uma alteração de mentalidades”.

Na perspectiva de Miguel Albuquerque, quem impulsiona a economia e as sociedades são os empresários, que criam riqueza e trabalho.

“Agradecemos o investimento na reabilitação de um edifício magnífico no centro da cidade do Funchal, um hotel histórico, ligado à história do nosso turismo”, acrescentou. Como anedota, referiu o facto de já ter tocado num piano presente no bar do hotel, e que, conforme anunciou Ricardo Martins, será em breve restaurado e colocado novamente operacional. “É um piano magnífico e que tem de ser recuperado”, tinha Albuquerque recomendado. O músico Rui Lima, presente na ocasião, foi referido pelo presidente como também já tendo tocado naquele instrumento, considerado “património”.

O chefe do executivo enalteceu a criação de cerca de 40 postos de trabalho com este empreendimento, e a criação de uma nova unidade hoteleira de qualidade, e a sua contribuição para a nossa principal área de actuação, o turismo.

Dirigindo-se aos representantes do grupo Turim, praticamente convidou-os a investir de novo na Região, salientando que na RAM não se colocam entraves aos empresários. “Por isso é que nós aqui na Madeira continuamos a ter um ambiente favorável ao investimento”, frisou, para repetir que na Região se regista neste momento um crescimento económico há 73 meses. “Estamos neste momento com a mais baixa taxa de desemprego desde há seis anos e estamos com um superavit de constituição de empresas na Madeira”, garantiu.

Já antes de Albuquerque falar Ricardo Martins dera as boas-vindas aos convidados, ao inaugurar na Madeira o seu 16º hotel num portfólio de 21 unidades hoteleiras. “A decisão de investir na ilha da Madeira foi estratégica para o grupo”, acrescentou. Neste momento, Lisboa, Porto, Coimbra, Algarve, Sintra, Setúbal, Funchal e Ponta Delgada foram as localidades nacionais seleccionadas para a difusão da marca Turim.

O Turim Santa Maria Hotel, adiantou, resulta da reabilitação do antigo e emblemático hotel Santa Maria, aberto ao público entre 1964 e 2006. Hoje, remodelada e com a categoria de hotel de quatro estrelas, a nóvel unidade hoteleira, estrategicamente situada no centro do Funchal, oferece quartos de diferentes tipologias, inclusive suites, “todos com vistas privilegiadas”. Há ainda vários espaços de restauração, agradáveis, e um “rooftop bar”.

O arquitecto da obra foi Pedro Martins, irmão de Ricardo Martins.