Camacha passa costumes e tradições aos mais novos

CAMACHA LARGO DA AJUDA aO Grupo de Folclore Infantil e Juvenil da Camacha, fundado e dinamizado pela Comendadora Maria Augusta de Nóbrega e que efectuou a sua primeira actuação pública em 1969, celebrou ontem o quinquagésimo aniversário com um espectáculo no Largo da Achada. A Secretária Regional do Turismo e Cultura esteve presente, no evento, tendo destacado e elogiado, na sua intervenção, o «trabalho essencial» que tem sido feito, na Camacha, em geral, e por esta colectividade, em particular, «na transmissão às novas gerações, dos usos, costumes e tradições».

Este «notável contributo», reforçou Paula Cabaço, «tem sido decisivo para o fortalecimento e enriquecimento da autenticidade e da nossa identidade, na etnografia,» contribuindo também para formar novos elementos.

Paula Cabaço fez também questão de frisar, segundo uma informação do gabinete de comunicação da secretaria, que «o entusiasmo e a paixão» que a população da freguesia  da Camacha «tem mantido, ao longo do tempo, pela etnografia e folclore», dando o exemplo, em concreto, da iniciativa “Camacha de Ontem, Madeira de Sempre”, uma organização da ADESCA (Associação de Desenvolvimento Social e Cultural da Camacha), recentemente realizada e que também se destacou pelo «excelente trabalho de envolvimento de várias coletividades» iniciativa  que integrou o Programa de Comemorações dos 600 Anos do Descobrimento das Ilhas da Madeira e Porto Santo, cujo «sucesso» fez com que esteja agora integrada no cartaz anual de animação Turística  da Região.