Alexandre Camacho admite “verdadeira batalha” e releva a “força e o calor do público”

Alexandre Camacho salto 2019
Foto Jorge Cunha/Albano Loureiro.
Alexandre Camacho Serra de Água
Alexandre Camacho na passagem por Serra D’Água

Alexandre Camacho considerou, em declarações ao site oficial do Rali Vinho Madeira, que “tem sido uma verdadeira batalha” a luta pela liderança da prova, chegando ao final da etapa 1 em primeiro lugar depois de ter perdido tempo para o espanhol Pepe Lopez.

Fazendo equipa com Pedro Calado, Alexandre Camacho foi vencedor de 7 das 11 provas especiais já disputadas, está na frente do Rali Vinho da Madeira depois de cumprida a 1ª etapa. O piloto do Skoda Fabia R5 passou para a frente da classificação no primeiro troço cronometrado de hoje mas perdeu momentaneamente a liderança no final da 3ª secção com um ataque de “Pepe” Lopez no muito nevoeiro que marcou a disputa de Palheiro Ferreiro 2.

À chegada ao Funchal, o piloto madeirense mostrou-se satisfeito com a vantagem de 8 segundos, revelando ter havido uma pequena alteração na suspensão do carro, que nos deu mais confiança e os tempos começam a sair com mais facilidade”.

O piloto deu uma palavra de reconhecimento ao público que se encontra nas estradas e disse ter sentido o apoio, sempre, nas diferentes passagens. “Isso dá uma satisfação muito grande e sentimos essa força e esse calor. É bom estar em primeiro e vamos tentar, amanhã, manter a posição e aumentar a distância”