Agentes de execução estão no Museu Berardo para diligências no âmbito do arresto da coleção do empresário

Berardo coleçãoSegundo noticia o Jornal Económico o Museu Berardo, no Centro Cultural de Belém, recebeu, esta quarta-feira, 31 de julho, a visita de agentes de execução que estão a fazer um trabalho de levantamento para dar sequência à decisão do Tribunal que decretou o arresto da coleção de quadros e obras de arte do empresário madeirense Joe Berardo.

A publicação online ECO dá conta que o empresário ainda não foi notificado destas diligências nem da decisão do Tribunal.