Paula Cabaço garante que o turismo em espaço rural está a crescer em hóspedes, dormidas e proveitos

Cabaço hotelariaCabaço hotelaria BEm 2018 e em comparação com 2017, a variação homóloga acumulada foi de mais 12,8% e 15,2%, em hóspedes e dormidas, respectivamente, sendo que os proveitos totais também cresceram, em concreto, 25,3% no turismo em espaço rural. Uma tendência de crescimento que se mantém nos primeiros três meses deste ano, já que em hóspedes, dormidas e proveitos totais, os aumentos de 12,4%, 5,3% e 12,1%, respectivamente, assim o demonstram.

Estes elementos foram divulgados pela secretária regional do Turismo e Cultura, Paula Cabaço, no âmbito de uma visita à Quinta do Cabouco, unidade de Turismo de Habitação situada na Ribeira Brava e ao Aldeamento Turístico de Quatro Estrelas “Encosta do Cabo Girão, em Câmara de Lobos.

Uma visita de trabalho que surge integrada na ronda de contactos que Paula Cabaço tem vindo a estabelecer com o sector e que fazem parte da estratégia de proximidade que tem vindo a ser reforçada, ao longo dos últimos tempos, junto dos diversos agentes e parceiros privados do turismo regional.
No balanço a esta visita, Paula Cabaço destacou «o crescimento e a importância que o Turismo em Espaço Rural (TER), no qual se integra a Quinta do Cabouco, tem vindo a demonstrar na Região».
Referindo-se, em particular, ao empreendimento Quinta do Cabouco, Paula Cabaço destacou não só a qualidade como a capacidade demonstrada, por esta unidade, em fidelizar os seus turistas, alguns já repetentes por 15 vezes, desde 2003.
Já no caso do Aldeamento Turístico “Encosta do Cabo Girão”, da cadeia internacional “Holiday Property Bond” (presente em 29 países europeus e que iniciou a sua atividade em agosto de 2006, mantendo-se como único empreendimento turístico deste tipo existente na Região), Paula Cabaço fez questão de evidenciar a qualidade e autenticidade desta aposta, bem como o seu sucesso.