Parlamento aprova resolução de 86 euros nas viagens aéreas mas decisão só pode entrar em vigor no próximo Orçamento

tap1

A Assembleia da República aprovou hoje, na votação global, a resolução da Assembleia Regional que contempla o novo modelo de subsídio de mobilidade aérea que permite aos residentes o pagamento único de 86 euros e aos estudantes 65 euros.

Esta resolução, no entanto, apesar de aprovada, não entra já em vigor e por agora a sua aplicação fica remetida para o próximo Orçamento de Estado para 2020, logo já uma tarefe do governo central que sair das eleições de 6 de outubro.

A negociação com as companhias também deverá ser um dos pontos a abordar, além de uma conjugação de negociações entre os Governos, da República e Regional.