Cafôfo quer passar a Adega de São Vicente para o Parque das Ginjas

Cafôfo São Vicente (1)Passar a Adega de São Vicente para o Parque das Ginjas e onde agora está a adega desenvolver ações de promoção do vinho, são objetivos que o candidato do PS-Madeira às eleições reginaonais de 22 de setembro defendeu naquele concelho do norte.

Em declarações prestadas junto à Adega de São Vicente, Paulo Cafôfo referiu que este espaço «deveria ser deslocalizado para o Parque Empresarial das Ginjas», não só porque o clima lá é muito mais favorável à conservação, como poderia ser dada outra utilidade e rentabilidade a este espaço, que está situado numa zona nobre de São Vicente. Na ótica de Paulo Cafôfo, a Festa do Vinho que decorre na Região poderia, além do Estreito de Câmara de Lobos e do Funchal, «ter também aqui um polo em que pudéssemos desenvolver iniciativas e atividades de promoção do vinho». Além disso, considera que este espaço da adega e anexos podia ser utilizado para um local de promoção e comercialização não só do vinho, mas também dos produtos agrícolas do Norte. Poderia ser, tal como explicou, uma feira ou um mercado, «dando outro ar mais nobre a este local».

Regionais 2019

Por outro lado, salientando a importância da vinha, o candidato socialista considerou também que é preciso inovar, defendendo que «havia que incentivar outras castas além da negra mole», promovendo uma diversificação e também outros rendimentos para os agricultores.

Paulo Cafôfo sustentou também que hoje em dia a agricultura tem de ser associada à questão da proteção ambiental. «Nós podemos e devemos ter outras técnicas de cultivo ligadas à mitigação e ao combate às alterações climáticas», afirmou, apontando também a produção em modo biológico.