Berardo admite que se excedeu nas declarações na comissão de inquérito

berardos 1

O empresário madeirense Joe Berardo, cujas declarações no Parlamento indignaram o País quando disse “pessoalmente, não tenho dívidas”, emitiu um comunicado onde reconhece que naquela audição em sede de comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos excedeu-se:

“Tenho de admitir que, no calor da discussão me excedi, dando algumas respostas impulsivas e não devidamente ponderadas. Durante 5 horas e 30 minutos fui sujeito a um intenso interrogatório regido por regras políticas que não domino, nem quero dominar”.

Berardo diz que não foi sua intenção desrespeitar as instituições nem ofender quem quer que seja e admitiu ter sido mais fácil serguir o caminho da “amnésia seletiva”. Recusa ser tratado como “bode expiatório”