PSP prestou ajuda aos feridos, criou corredores de emergência e recolheu prova material e testemunhal, Comando Regional envia condolências às famílias

O Comando Regional da Polícia de Segurança Pública da Madeira deu conta hoje, em comunicado relativo à sinistralidade rovodiária na Madeira, correspondente ao período entre 12 e 17 de abril, ocorreram um total de 39 acidentes de viação distribuídos pelos concelhos do Funchal (14), Câmara de Lobos (6), Ribeira Brava (2), Ponta do Sol (3), Calheta (2), Santana (2), Machico (5) e
Santa Cruz (5).
Este número de sinistros resultou num total de 29 vítimas mortais, 39 feridos ligeiros (4 no Funchal, 2 em Câmara de Lobos, 1 na
Ponta do Sol, 2 na Calheta, 3 em Machico e 27 em Santa Cruz) e 3 feridos graves (1 no Funchal e 2 em Santa Cruz).
As ;pologias dos referidos acidentes de viação foram as seguintes: Colisão (27), despiste (11), e outros (1).

No quese prende com a tipologia dos acidentes,registaram-se 27 colisões, 11 despistes  e um atribuído à rubrica outros

Durante o referido hiato temporal, diz a PSP que “desenvolvemos uma série de operações de fiscalização rodoviária, que resultaram na materialização de 5 detenções por condução sob o efeito do álcool (3 no Funchal e 2 em Câmara de Lobos) e 4 detenções por falta de habilitação legal para o exercício da condução (1 no Funchal, 2 em Câmara de Lobos e 1 em Santa Cruz).
O balanço desta semana em termos de sinistralidade rodoviária fica marcado pelo trágico acidente de viação ocorrido no dia de
ontem, pelas 18H30m, na freguesia do Caniço, Concelho de Santa Cruz.
Para fazer face a este acidente, o Comando Regional da PSP Madeira disponibilizou todos os recursos humanos e materiais
necessários a uma primeira resposta no local, prestando ajuda inicial aos feridos, estabelecendo perímetros de segurança e cortes
de trânsito para facilitar o trabalho das equipas de socorro e emergência, e também colaborando na proteção da imagem e remoção
das vítimas mortais.
Ainda no local, foram criados corredores de emergência e de evacuação até ao Hospital Dr. Nélio Mendonça, bem como
asseguradas escoltas às ambulâncias, durante o trajeto Caniço – Hospital, garantindo uma maior rapidez na prestação de cuidados
médicos. A PSP diligenciou ainda todo o processo de iden;ficação das vítimas hospitalizadas, com a colaboração do operador
turístico e das autoridades de saúde.
Durante todas as operações de socorro, o efetivo policial procedeu ainda à formalização dos contactos necessários com as
autoridades judiciárias e autoridades de saúde para a remoção das vítimas mortais e do veículo sinistrado.
Findas as operações de emergência e socorro, e na sequência da abertura do inquérito pelo Ministério Público da Comarca da
Madeira, a Equipa de Investigação de Acidentes de Trânsito e da Unidade de Polícia Técnica da PSP, procederam à recolha de prova
material e testemunhal necessária à inves;gação do acidente, acompanhando os trabalhos de remoção do veículo acidentado e
efetuando novas vistorias ao local.
O Comando Regional da PSP apresenta “as suas condolências às famílias das vítimas e aproveita a oportunidade para agradecer a
colaboração de todas as autoridades e entidades envolvidas nas operações de socorro e emergência desta complexa ocorrência, o
que permitiu que os trabalhos de socorro se prestassem de uma forma célere e eficaz, sem comprometer a investigação futura que
se afigura como urgente e necessária para apuramento das circunstâncias do acidente.