Professores protestam nas ruas de Lisboa contra Governo e a contagem do tempo de serviço congelado

Uma delegação do Sindicato dos Professores da Madeira participa, neste momento, numa das maiores manifestações docentes de protesto ao governo de António Costa.

A manifestação foi convocada por diversas estruturas sindicais e pretende ser um inequívoco protesto ao diploma do Governo da República de contagem do tempo de serviço congelado da carreira docente.

Fotos DR.

Os docentes criticam, em especial, o decreto-lei apresentado pelo Governo de dois anos, nome meses e 18 dias e vão apelas à Assembleia da República para a recuperação integral do tempo de serviço congelado, nove anos, quatro meses e 2 dias. Os sindicatos defendem que o decreto-lei põe em causa a profissão, a carreira e a aposentação.