Assembleia ouve Rafael Macedo dia 20 e diretor clínico da “Joaquim Chaves Saúde” a 21

“Estou a estudar todos os possíveis cenários. Não fui calado. Conto convosco no dia 20 de março às 14.30 horas na Assembleia Regional”. Foi assim que o médico Rafael Macedo, coordenador da Unidade de Medicina Nuclear do SESARAM, apelou à mobilização para amanhã, quarta-feira, quando ocorrer a primeira audição da Comissão Parlamentar de Inquérito ao Funcionamento daquele serviço, pelas 15 horas, em consequência da polémica levantada por declarações do clínico, numa reportagem da TVI, onde critica opções de eventuais preferências pelo serviço privado, em prejuízo do serviço público.

A Assembleia já emitiu a convocatória para que a comissão possa ouvir Rafael Macedo, mas este tem vindo a posicionar-sem na sua página da rede social Facebook, contra o que considerou de “armadilha” ser ouvido em primeiro lugar sem que, depois, possa responder, em sede de Parlamento, às supostas acusações que os restantes responsáveis por serviços e instituições possam proferir. O médico, que denunciou a situação de subaproveitamento da Unidade de Medicina Nuclear e apontou recurso, em sua opinião desnecessário, a serviços privados para a execução de exames para os quais o público tem resposta, ainda no entender do mesmo médico.

Rafael Macedo chegou ao ponto de referir, na rede social, que “a verdadeira e democrática comissão está e continuará a ser feita aqui, já que os organismos de estado não funcionam”, acrescentando, num outro “post”, que “todos os partidos da Assembleia comungam com a saúde privada subsistir com a destruição do serviço público. Relembro que o Serviço de Saúde mais satisfatório do mundo é em Espanha (80% público).

Quanto à comissão de inquérito, depois de ouvir Rafael Macedo, esta quarta-feira, já tem marcadas três audições para quinta-feira, 21 de março. Os deputados começam por ouvir, pelas 10 horas, o diretor clínico da Clínica de Radioncologia da Madeira – Joaquim Chaves Saúde – Guy Vieira. Pelas 14.30 horas, será a vez da audição ao diretor do Serviço de Hemato-Oncologia do SESARAM, Fernando Aveiro. Finalmente, pelas 16 horas, está agendada a audição do diretor do Serviço de Endocrinologia do SESARAM, Silvestre Abreu.