XXVII Festival de Teatro Escolar “O Moniz- Carlos Varela” mobiliza 125 alunos a partir de 11 de março

O XXVII Festival de Teatro Escolar “O Moniz- Carlos Varela” vai animar o palco da Escola Secundária Jaime Moniz, de 11 a 15 de março, com um número elevado de inscrições na presente edição e com a entrada de novas escolas. Assim, 11 escolas concorrem com os seus trabalhos através de 17 coordenadores de grupos de teatro e com uma mobilização global de 125 alunos que nutrem evidente gosto pelas artes dramáticas.

Há novas escolas participantes neste evento regional de teatro, tais como a Escola Básica de 2º e 3º Ciclos Cónego João Jacinto Gonçalves de Andrade (Campanário), a EB23 Horácio Bento de Gouveia e  a EB23 Dr. Alfredo Ferreira Nóbrega Júnior.

A cerimónia de abertura está agendada para 11 de março, pelas  20:30 hs, com a peça “Estaleiro, obras em curso para um amanhã qualquer”, de Ricardo Brito, com dramatização da Associação Contigo Teatro, uma Companhia fundada por Carlos Varela, que este ano comemora os 20 anos de existência. Será feita  uma homenagem ao fundador da Associação  e à própria Companhia.

Segundo uma nota informativa remetida pela coordenadora do Grupo de Teatro “O Moniz -Carlos Varela”, Carla Martins,  uma vasta equipa dá corpo a este evento, com 6 grupos convidados, 6 responsáveis e 57 atores, com os contributos ativos da Associação Contigo Teatro, Associação Olho.te, Artemotion, Direção de Serviços  de Educação Artística e Multimédia (DSEAM), Conservatório – Escola Profissional das Artes – Engº Luíz Peter Clode e Teatro Bolo do Caco.

Três formadores orientarão os workshops dirigidos aos alunos participantes no festival: Workshop de Voz (Filipe Luz, formador no Conservatório – Escola das Artes), Workshop de Movimento Yury Rykomov (formador no Conservatório – Escola das Artes)  e Workshop de Improviso (Xavier Miguel, ator e encenador do Teatro Bolo do Caco).

A primeira conferência terá como oradores Maria José Costa Varela e Luís Varela, com o tema “Carlos Varela”. O objetivo é dar a conhecer aos alunos o percurso biográfico do fundador do grupo “O Moniz – Carlos Varela” e promotor do Festival que comemora 27 anos de existência.

A equipa de jurados é formada por Ana Amaro (Câmara Municipal do Funchal), Eduardo Luíz (aTef), Duarte Rodrigues (DSEAM), Yury Rykonov (Conservatório – Escola das Artes) e Maria José Varela Costa (Associação Contigo Teatro). O júri terá oportunidade de reunir com cada uma das escolas, logo a seguir a cada atuação. O público terá oportunidade de indicar os aspetos que considerou mais positivos em cada atuação.

Existem vários prémios a distinguir os melhores trabalhos, sendo que o Prémio Carlos Varela tem entrada direta no Teatro Municipal Baltazar Dias, no dia 09 de maio, às 19:00 hs.  Este prémio decorre de um protocolo estabelecido em 2016 entre a Escola Secundária Jaime Moniz e a Câmara Municipal do Funchal, através da direção do Teatro Municipal Baltazar Dias.

A cerimónia de encerramento do Festival de Teatro terá lugar a 15 de março, pelas 15:00hs, com o trabalho “Contadores de histórias” , pelo Teatro Bolo do Caco. Está ainda prevista a atuação do Grupo de Ginástica Rítmica e Acrobática “O Liceu” e, por fim, a entrega de prémios .