Morreu Arnaldo de Matos

Morreu Arnaldo de Matos, advogado madeirense, natural de Santa Cruz, ativista político, esteve ligado ao PCTP/MRPP, completava 80 anos a 24 de fevereiro. Uma figura incontornável da sociedade portuguesa, travou inúmeras lutas, chegou a ser preso em 18 de fevereiro de 1975 em Mirandela, pelo então COPCON, sendo que nesse momento o seu nome foi lembrado no Rossio, com os jovens apelando à sua libertação imediata.

Arnaldo de Matos vivia em Lisboa mas vinha regularmente à Região, esteve em janeiro na Madeira, era membro da Associação dos Amigos do Parque Ecológico, defensor das questões ambientais. O presidente da Associação, o investigador Raimundo Quintal, lamenta a morte do associado e figura relevante no contexto associativo e na Região.

Arnaldo de Matos era irmão de Danilo Matos, também ele uma figura conhecida pela intervenção cívica em determinados momentos da vida madeirense, em particular.