Mais de seis dezenas de pessoas atendidas em três dias na consulta aberta em Câmara de Lobos

Pedro Ramos visitou o centro de Saúde de Câmara de Lobos onde funciona a consulta aberta.

A equipa de saúde que assegura o funcionamento da consulta aberta em Câmara de Lobos já atendeu 66 pessoas. Estes dados referem-se apenas ao somatório dos três dias úteis de atividade, uma vez que esta consulta entrou em funcionamento no dia 24 de janeiro, sendo que o horário de funcionamento está previsto ser das 09h:00 às 16h:00, de segunda a sexta.

Esta mesma informação foi hoje transmitida pela diretora do Centro de Saúde de Câmara de Lobos, Carmo Ferreira, ao secretário regional da Saúde, Pedro Ramos, no decorrer de uma visita que o governante fez àquela unidade de saúde.

Numa nota enviada à comunicação social, refere-se que “a consulta aberta em Câmara de Lobos, disponibilizada no âmbito do Plano de Contingência para Inverno, destina-se aos utentes que necessitam de atendimento pouco ou nada urgente. Esta modalidade de consulta também está disponível no Centro de Saúde do Bom Jesus, no Centro de Saúde da Nazaré e no Centro de Saúde de Santo António. Estes três centros já contabilizaram mais de 300 atendimentos”.

O alargamento desta consulta a mais um centro de saúde, no concelho de Câmara de Lobos, surge em função da procura, no sentido de garantir o atendimento aos utentes que por motivos de doença súbita, não urgente e/ou pouco urgente necessitam de cuidados médicos. A consulta aberta (consulta complementar) vigora em situação de exceção durante o período de ativação do Plano de Contingência para o Inverno. Esta consulta foi criada no âmbito do Plano de Contingência para o Inverno apresentado pelo Instituto de Administração da Saúde, IP-RAM, em vigor desde outubro até abril, o qual integra orientações estratégicas e referenciais para atuação nas instituições do sistema de saúde da RAM.

A mesma informação dá conta que “os utentes que necessitam de ajuda médica, não urgente, devem privilegiar a ida ao centro de saúde da sua área de residência e procurar uma das várias soluções de atendimento lá existentes, nomeadamente a consulta de recurso, as consultas não programadas e/ou a consulta aberta existente (esta última, nos Centros de Saúde de Santo António, da Nazaré, do Bom Jesus e de Câmara de Lobos)”.