Vida de Freddie Mercury conquista dois importantes prémios nos Globos de Ouro

Freddie B
O filme sobre a vida de Freddie Mercury dominou os Globos de Ouro.

O filme “Bohemian Phapsody”, sobre Freddie Mercury e o “estrelato” dos Queen, grupo musical que marcou gerações com as suas músicas, muitas delas emblemáticas e ainda hoje bem vivas nas memórias de todos, ganhou os dois mais importantes prémios na 76ª edição dos Globos de Ouro, para melhor filme e para melhor ator, Rami Malek. O prémio de melhor atriz foi para Glenn Close, em “The Wife”, desempenhando um papel de mulher de um Nobel da Literatura.

O filme “Assim Nasce uma Estrela” foi o grande derrotado da noite, ganhando apenas a interpretação de Lady Gaga, já apontada como favorita.

Vejamos a lista de vencedores:

Cinema

Melhor Drama – “Bohemian Rhapsody”

Melhor Atriz (Drama) – Glenn Close

Melhor Ator (Drama) – Rami Malek

Melhor Comédia ou Musical – “Green Book”

Melhor Atriz (Comédia ou Musical) – Olivia Colman

Melhor Ator (Comédia ou Musical) – Christian Bale

Melhor Filme de Animação – “Spider-Man: Into the Spider-Verse”

Melhor Filme Estrangeiro – “Roma” (Espanha). Realizado por Alfonso Cuarón

Melhor Atriz Secundária – Regina King

Melhor Ator Secundário – Mahershala Ali

Melhor Realizador – Alfonso Cuarón

Melhor Argumento – “Green Book”

Melhor Banda Sonora – Justin Hurwitz, em “First Man”

Melhor Canção – “Shallow”, de “A Star Is Born”

 

Categorias de televisão

Melhor Série (Drama) – “The Americans”

Melhor Atriz (Drama) – Sandra Oh

Melhor Ator (Drama) – Richard Madden

Melhor Série (Comédia ou Musical) – “The Kominsky Method”

Melhor Atriz (Comédia ou Musical) – Rachel Brosnahan

Melhor Ator (Comédia ou Musical) – Michael Douglas

Melhor Mini-Série ou Filme Produzido para a Televisão – “The Assassination of Gianni Versace”

Melhor Atriz (Mini-Série ou Filme Produzido para a Televisão) – Patricia Arquette

Melhor Ator (Mini-Série ou Filme Produzido para a Televisão) – Ben Whishaw

Melhor Atriz Secundária – Patricia Clarkson

Melhor Ator Secundário – Darren Criss