JPP realizou jornadas subordinadas ao tema da economia e da sustentabilidade

O grupo parlamentar do JPP realizou ontem umas jornadas parlamentares subordinadas ao tema “Economia: Estabilidade e Sustentabilidade”. Os trabalhos contaram, como oradores convidados, com Paulo Pereira, presidente da Delegação da Madeira da Ordem dos Economistas, André Barreto, gestor de empresas, Gonçalo Maia Camelo, advogado e sócio da SRS Advogados e o presidente da Câmara Municipal de Santa Cruz, Filipe Sousa.

Estas jornadas, de acordo com declarações prestadas pelo dirigente Élvio Sousa, visaram aprofundar os conhecimentos e, sobretudo, ouvir os técnicos, para levar iniciativas que visem melhorar a economia, propondo uma descida de um ponto percentual na taxa geral de IRC para as empresas, ou seja, um alívio para a economia. Outra proposta apresentada pelo JPP é a descida percentual no regime de IVA.

Élvio Sousa salientou, ser importante não esquecer que a dívida da Região é superior à de todos os municípios juntos, do país.

Por outro lado, sublinhou que o JPP é a favor do Centro Internacional de Negócios, enquanto zona de baixa tributação, e referiu que “não podemos perder os 200 milhões anuais que enriquecem o Orçamento Regional.”

Por outro lado, o turismo foi também abordado, em particular no que toca à Associação de Promoção da Madeira. Nesta matéria, Élvio Sousa realçou que o Governo não reforçou, como disse que faria, o valor atribuído a esta associação. O JPP nesta matéria, defende um aumento do valor disponibilizado a esta associação.

“A economia e a sustentabilidade das contas da Região são fundamentais para podermos reduzir mais os impostos, no entanto, defendemos uma redução progressiva, com responsabilidade” conclui Élvio Sousa.