MPT anda a plantar bananeiras nas estradas degradadas do Funchal como protesto

Os dirigentes do MPT visitaram no fim-de-semana e na segunda-feira a freguesia de Santo António e São Roque, onde plantaram como forma de protesto, várias bananeiras nas crateras existentes em alguns caminhos.

De acordo com os responsáveis do partido, o MPT encontrou ruas, caminhos, becos e veredas totalmente abandonadas pela autarquia e dezenas de derrames de água. “Existem crateras um pouco por toda a cidade, que obrigam os automobilistas a fazerem manobras perigosas para não danificaram as suas viaturas, é um total desrespeito pelas pessoas”, refere um comunicado.

O Partido da Terra critica o facto de os munícipes do Funchal “pagarem os seus impostos, nomeadamente o imposto de circulação automóvel, as inspecções mais caras do país, a água mais cara da região e esta Câmara nada faz para resolver estes problemas”.

No próximo fim-de-semana, o MPT realizará uma iniciativa idêntica no Monte e em São Gonçalo.