Carlos Pereira renuncia à nomeação para vogal da ERSE depois do “chumbo” na Assembleia da República

CARlos Pereira
“Quero aproveitar para agradecer ao Governo pela confiança ao indigitar o meu nome para vogal da ERSE mas não poderei aceitar a nomeação em causa”.

O vice-presidente da bancada do PS na Assembleia da Repúblicas, o madeirense Carlos Pereira, ex- líder do PS-Madeira, decidiu renunciar à nomeação, pelo Governo de António Costa, para o cargo de vogal da Entidade Reguladora dos Serviços Energéticos (ERSE).

A decisão de Carlos Pereira surge no mesmo dia que a comissão parlamentar de Economia, Inovação e Obras Públicas chumbou, apenas com os votos a favor do PS, a nomeação de Carlos Pereira para a ERSE, embora esta decisão não tenhha caráter vinculativo.

“Quero aproveitar para agradecer ao Governo pela confiança ao indigitar o meu nome para vogal da ERSE mas não poderei aceitar a nomeação em causa”, afirma Carlos Pereira em comunicado referido pelo Correio da Manhã.