Câmara do Funchal pede à PSP para controlar fluidez de trânsito na zona do Anadia e na Rua do Carmo

CMF Rua do Carmo
Hoje, o trânsito que saía da Rua do Carmo e pretendia dirigir-se para o Campo da Barca não seguia pela ponte mas descia o Anadia para dar a volta junto ao Centro Comercial Oudinot.

A situação do trânsito automóvel, no centro do Funchal, sobretudo em horas de “ponta”, tem originado longo tempo de espera aos automobilistas, particularmente na zona do Anadia, Rua do Ribeirinho e Rua do Carmo, agravando-se o problema num contexto das obras que estão a decorrer na Rua Dr. Fernão de Ornelas, de saneamento e de repavimentação, que criam constrangimentos à saída do parque de estacionamento do Anadia.

Neste enquadramento, e face à existência de alguns episódios recentes, de congestionamento de trânsito naquelas artérias, a Câmara Municipal do Funchal decidiu solicitar à Polícia de Segurança Pública uma intervenção no sentido de controlar a fluidez de tráfego nos períodos de maior circulação, nomeadamente de manhã e ao final da tarde, sendo que, em algumas circunstâncias, como a que ocorreu hoje, a PSP encaminha o trânsito que sai da Rua do Carmo para a Rua do Anadia, fazendo com que os autonomilistas que pretendam circular em direção ao Campo da Barca, tenham que virar para a Rua do Oudinot junto ao centro comercial. A circulação fazia-se, no caso concreto deste final de tarde, com alguma rapidez.

A Câmara do Funchal procede, neste momento, às obras numa parte da Rua Dr. Fernão de Ornelas, com conclusão prevista para novembro, mas todo o cenário de circulação automóvel no centro, segundo a Autarquia, foi agravado pelos trabalhos de repavimentação levados a efeito na Rua 31 de janeiro, numa grande extensão, sobrecarregando ainda mais o tráfego na Rua do Carmo.