Luísa Sousa partilha ao País a experiência de ser peregrina a partir do Caminho de Santiago

Luísa Sousa é uma madeirense de 34 anos de idade que tem um percurso de vida sui generis. Licenciada em Ciências Sociais, tem ocupado a sua vida a servir os outros. A grande descoberta aconteceu após ter arriscado percorrer, em 2010, o Caminho de Santiago. Foram 1000 quilómetros percorridos a pé, numa simbiose de dor e sobretudo de alegria, ao longo de 42 dias, entre Sevilha e Santiago de Compostela. Um salto para uma autodescoberta e de conhecimento do sentido do outro.

Deste périplo, de corte absoluto com o comodismo e sedentarismo e de superação das provações, reforçadas na Fé, nasceu o seu livro Um Caminho para Todos –  Diário de uma peregrina no Caminho de Santiago.

Entretanto, os anos passam e Luísa já fez outros Caminhos e vivenciou outras experiências que urge partilhar. Por isso, tem sido sempre convidada a partilhar ao mundo a sua vivência de peregrina num mundo tão dominado pelo materialismo e egoísmo. Luísa, com o seu testemunho, quer mostrar o outro lado e, neste momento, volta, pela terceira vez, a atravessar Portugal de norte a sul para dar o seu testemunho como peregrina.

Além da dimensão de divulgação do Caminho, Luísa abriu-se ao voluntariado em diversas paragens no mundo. Depois desta volta pelo país para falar do seu livro, já tem viagem calendarizada para nova experiência, desta feita no estrangeiro, numa doação ao outro, como missionária do amor, num processo de continua aprendizagem junto dos mais pequeninos e sofredores.

Luísa Sousa, a primeira à direita na segunda fila, com o entusiasmo dos participantes numa das palestras sobre o seu livro.

Este “book tour” pelo País, apesar de não ser o primeiro, reveste-se de aspetos sempre novos, até porque são outros rostos que escutam Luísa. A convite do FN, deixa-nos o seu testemunho que se reproduz, de seguida.

“Quando se vive algo tão profundo e transformador na nossa vida, partilhar essa experiência com os demais torna-se uma necessidade. Assim, depois de ter percorrido alguns dos Caminhos de Santiago (Português, Francês, Via de la Plata e Sanabrês), foi criado um blog com informações úteis para outros peregrinos e testemunhos das vivências pessoais. Mais tarde surgiu um livro Um Caminho para Todos – Diário de uma peregrina no Caminho de Santiago e, mais recentemente, a possibilidade de percorrer o país a espalhar a mensagem, desde grandes cidades a povoações mais pequenas.

O lema inicial foi o de, onde houvesse uma porta aberta, lá estaria e assim tem sido cumprido, seja para partilhar com uma pessoa ou um auditório cheio”.

A peregrina numa das suas palestras, no Continente.

Nenhum dos encontros é igual. Quando a maioria dos participantes já fez o Caminho, muitos partilham um pouco das suas histórias; quando as pessoas nunca o fizeram, a curiosidade é muita, expondo os seus receios que acabam por verem dissipados. No fim, saímos todos mais enriquecidos de cada evento.

Pessoalmente, é um privilégio ir tendo tantas “portas abertas” (este é o terceiro roteiro pelo país), de pessoas que sem me conhecerem de lado algum, confiam, disponibilizam-se e recebem com o maior carinho e ao bom espírito da hospitalidade portuguesa. O Caminho continua!”

Um livro de experiências

Sobre o livro que publicou e que o divulga, Luísa Sousa partilha com os leitores do FN algumas orientações gerais.

“Não é (apenas) um livro sobre o percurso da Via de la Plata e caminho Sanabrês, nem um guia, nem focado nos aspetos mais técnicos, mas também tem um pouco de tudo isso. É , sobretudo, um testemunho da experiência ao longo do Caminho de Santiago (encontros, dificuldades, alegrias, desafios) e podia ter acontecido em qualquer um dos Caminhos existentes. Bom Caminho!”

 

Outra partilha de Luísa Sousa sobre o seu livro é esta: “(…) As vivências ao longo da Via de la Plata e do Caminho Sanabrês, não se esgotam nestas linhas partilhadas: há coisas que são indizíveis, outras que ficam com quem as viveu e outras ainda que só se compreendem quando as vivenciamos.

Deixo o testemunho da minha visão dos acontecimentos com a certeza de que se o relato for realizado por algum dos meus companheiros de viagem, coexistirão histórias com versões diversas. Afinal, são tantos os Caminhos quanto o número de peregrinos que os percorrem!

Partilho o bom e o menos bom, as alegrias, os receios, as dificuldades e os presentes inesperados, sem romancear os factos. Se decido partilhar as minhas vivências, tem como único objectivo testemunhar de que este pode ser, verdadeiramente, UM CAMINHO PARA TODOS! (…)”.

 

Por fim, o FN reproduz também a agenda do roteiro de divulgação nacional do seu livro, que Luísa Sousa está ainda a realizar neste momento, já na reta final.

Setembro

27  PORTO, Bar/Galeria Espiga, 22h

28  CHAVES, Biblioteca Municipal, 17h

29  VISEU, Biblioteca Municipal, 15h

 

Outubro

1   MIRANDELA,  Museu Municipal Armindo Teixeira Lopes  , 18h

2   BRAGA (Ferreiros), Restaurante Bela Mesa, 19h

3   CANTANHEDE, Biblioteca Municipal, 14h30
4   AVEIRO, CUFC, 20h

6   FERREIRA DO ZÊZERE, Cine-Teatro Ivone Silva, 16h

6   LEIRIA, FNAC LeiriaShopping, 21h

8   ÉVORA, Paços do Concelho, 18h

9   BEJA, Biblioteca Municipal, 21h

10 FARO, Sede AEJ, 19h

11  LISBOA, INFARMED, 18h45

 

Como notas finais, o FN informa que o livro está disponível em Português e Inglês (em papel ou e-book): https://umcaminhoparatodos.wordpress.com/loja-store/

 

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=-dFu2LLyqIE&t=11s

 

 

 

O lado “missionário” de Luísa, entre aqueles que mais precisam de amor.