JPP espera igualdade de tratamento na propaganda político-partidária

O JPP veio hoje pedir igualdade de tratamento ao nível das acções de propaganda político-partidária e, neste sentido, deslocou-se hoje à rotunda de acesso ao porto do Funchal para informar à população que requereu à entidade com jurisdição do local (APRAM), a colocação de uma estrutura metálica para um cartaz de grandes dimensões, a exemplo de um já existente naquele espaço.

O partido diz esperar a que a autoridade trate todos os partidos por igual. “Fazemos este pedido, atendendo ao histórico de obstaculização da propaganda, verificada anteriormente e recordamos que a colocação de cartazes é um direito constitucional, para exprimir as nossas causas e os problemas que a sociedade civil nos tem transmitido”, afirmou Élvio Sousa, líder parlamentar e secretário-geral do “Juntos Pelo Povo”.

O JPP espera continuar a cumprir a sua matriz, “sendo herdeiro de um Movimento de cidadãos, que dá corpo às preocupações da população”. Neste contexto, Élvio Sousa lembra que as promessas do PSD, algumas subscritas no Programa de Governo “não têm sido concretizadas até ao momento “. Caberá por isso, ao Juntos pelo Povo “fiscalizar essas acções e estar ao lado das reivindicações e preocupações da população”.