CMF realiza na sexta-feira uma mesa redonda sobre o tema “Lojas com História”

A Câmara Municipal do Funchal organiza esta sexta-feira à tarde, dia 22 de junho, uma mesa redonda subordinada à temática das “Lojas com História”, uma semana após a aprovação, em reunião de Câmara, da versão final do respectivo Regulamento Municipal do Reconhecimento e Protecção das mesmas, que vem identificar, apoiar e preservar as lojas tradicionais da Baixa da cidade. As entradas são livres.

Antes da submissão do regulamento à Assembleia Municipal, o que acontecerá ainda na sessão ordinária deste mês de Junho, a edilidade vai, assim, dinamizar um debate sob o mote “Vamos Proteger as Lojas Históricas”, no sentido de que essa deve ser uma preocupação de todos (senhorios, arrendatários e clientes), e não apenas dos municípios.

A autarquia reuniu, para o efeito, um painel de referência, com oradores nacionais e regionais que estão envolvidos na temática da defesa destas lojas em Portugal, e ainda representantes de áreas como o comércio, a indústria e o património. Serão, igualmente, chamados ao debate diversos lojistas funchalenses e representantes da autarquia, incluindo a equipa responsável pela elaboração do projecto. A CMF aproveitará a oportunidade para apresentar, também, um novo vídeo promocional do Visit Funchal, subordinado a este tipo de comércio tradicional.

Entretanto, a convidada para esta sessão que vai decorrer na Reitoria da Universidade da Madeira (Colégio dos Jesuítas), entre as 14h30 e as 17h, será Catarina Portas, empresária portuguesa que, desde 2004, tem-se dedicado à revitalização de marcas antigas portuguesas, através das lojas A Vida Portuguesa, entre vários outros projectos de referência nesta temática. Este trabalho levou a que, em 2009, fosse eleita pela revista Monocle como um dos vinte nomes a nível mundial que merecem um palco maior e que, em 2011, integrasse a lista de talentos globais que ditam as tendências do futuro da revista Wallpaper, refere uma nota de imprensa camarária.

Igualmente confirmadas estão as presenças de Cristina Pedra, presidente da ACIF – Associação do Comércio e Indústria do Funchal, de Rui Carita, professor catedrático aposentado e ex-vice-reitor da Universidade da Madeira, e Rui Campos Matos, ex-presidente da Delegação da Madeira da Ordem dos Arquitectos. A moderação ficará a cargo do jornalista Luís Filipe Jardim.

A CMF diz que as lojas de rua são indissociáveis da identidade do Funchal, além de serem referências em termos económicos, turísticos e culturais, pelo que à autarquia tem cabido desenvolver todos os esforços no sentido de valorizar e preservar este património comum.