CDU contra eventual encerramento da Caixa Geral de Depósitos no Caniço

Foto DR.

A CDU Madeira, na sua iniciativa de hoje, no Caniço, saiu em reivindicação de um serviço público desta cidade, que simultaneamente serve outras freguesias do Concelho. Trata-se da agência da CGD do Caniço, que está prevista encerrar brevemente, com todos os constrangimentos que advêm dessa decisão para os trabalhadores deste balcão, mas também para a população desta cidade e do próprio Concelho, pois este balcão servia, de momento também outras freguesias para além do Caniço, como a freguesia da Camacha. 

Segundo a CDU, o fecho deste serviço, naquele que é um grande Pólo residencial, empresarial e turístico na região e cuja população constitui mais de metade da população do Concelho de Santa Cruz, colide com os interesses da população e com o devido papel de serviço público por parte desta entidade pública. Todo o plano que a CGD tem vindo a desenvolver na Região para redimensionar os seus balcões, agrava as assimetrias regionais face a outras localidades do país além de comprometer e degradar a qualidade do serviço público prestado por esta instituição bancária.

De notar que o Concelho de Santa Cruz acusa vários problemas no que concerne aos transportes públicos, quanto à escassez dos mesmos, com fraca regularidade horária, faltando mesmo em algumas localidades do Concelho, pelo que fechar este balcão da CGD no Caniço será extremamente penalizador sobretudo para a população idosa, para pessoas com mobilidade reduzida e para as que não tenham meios de transporte próprios. 

Não entendemos o critério de mais este encerramento e colocaremos esta questão aos seus responsáveis, por via parlamentar, pois com mais este encerramento, confirma-se que o Estado está a contribuir para a desvalorização desta instituição pública que deveria estar ao serviço do desenvolvimento económico e social de todo o país, incluindo as Regiões Autónomas.