Lopes da Fonseca preocupado com situação do Tribunal da Ponta do Sol

O presidente do CDS-PP, António Lopes da Fonseca, abordou ao fim da manhã de hoje a situação em que se encontra o Tribunal da Ponta do Sol.
O líder do CDS-PP Madeira pretende que o ministério da Justiça clarifique notícias que diz circularem no meio judicial madeirense, dando conta de que o Tribunal da Ponta do Sol poderá vir a encerrar por falta de condições de segurança da estrutura física do prédio. António Lopes da Fonseca recordou que o Tribunal Judicial serve as populações de três concelhos – Ribeira Brava, Ponta do Sol e Calheta – e que o seu eventual encerramento causaria  grande embaraço e transtorno.
O Tribunal da Ponta do Sol tem sido notícia por causa da falta de obras de manutenção, as autoridades nacionais prometem resolver o assunto mas o seu adiamento tem sido uma constante, mas do que ninguém quer ouvir falar é da possibilidade de o encerrar.
Nesse sentido, para sossegar os funcionários, magistrados, advogados, todos os agentes da justiça e populações, o presidente do CDS entende que o ministério de Francisca Van Dunem deverá clarificar a situação.
António Lopes da Fonseca, que se fez acompanha nesta visita pela presidente da Comissão Política do CDS Ponta do Sol, e pela vereadora na autarquia, Sara Madalena, anunciou que irá questionar a ministra por carta sobre a situação.