“Não estamos para meias tintas, não há conversa fiada, é assim que vai ser”, disse Albuquerque à plateia do Marítimo prometendo apoios

Albuquerque Maritimo
Albuquerque disse, à plateia do Marítimo, que o apoio do Govenro Regional é para manter. “Não estamos para meias tintas”.

Miguel Albuquerque foi à Gala do Marítimo dizer que o clube está na vanguarda, apontando o Colégio como uma das estruturas de grande relevância, mas foi na política desportiva que incidiu a sua intervenção perante a plateia verde-rubra. Para garantir que o Governo Regional vai continuar a apoiar o desporto, a formação dos jovens, os clubes que estão na I Liga e as infraestruturas desportivas, que são a base essencial da formação e educação dos nossos jovens”.

O presidente do Governo Regional lembrou “as obras do primeiro projeto do Estádio do Marítimo, bem como a conclusão da bancada, da mesma forma que vamos continuar a apoiar dentro de um contexto de negociação financeira”, referindo a colaboração que sempre existiu com o clube.

“Não estamos aqui para meias tintas, não há conversa fiada, é assim, é assim que vai ser, há pessoas que gostam e outras que não gostam, quem gosta apoia, quem não gosta não apoia, quem gosta apoia”.

Para o Chefe do Executivo “a Madeira só tem hipóteses de ter sucessos desportivos com apoios ao desporto de uma forma clara e os nossos parceiros, que são os clubes e as associações, que fazem um papel fundamental que deveria caber ao Estado. Lembro-me que antigamente éramos ilhas adjacentes e não tinhamos direito de participar nas competições nacionais. Quando o Marítimo subiu de divisão, logo se colocou a questão, era um favor participar a nível nacional”.