Jovens ainda não conseguem olhar o futuro em novas áreas, constata Pedro Calado

Pedro Calado conferencia
Pedro Calado considera que os jovens devem procurar áreas alternativas.

O vice presidente do Governo Regional disse hoje, à margem da conferência  “A RAM na economia global”, integrada na 4.ª Semana da Economia/Gestão que está a decorrer na Escola Secundária Francisco Franco, que “é importante transmitir aos jovens o que é Economia e Gestão e a forma como isso influencia a Região”

Para Pedro Calado, a juventude tem, hoje, “uma vida mais facilitada e o grande desafio é prepará-la para um mundo altamente sofisticado, tecnologicamente falando, com uma realidade completamente diferente daquelas que os pais viveram. Queremos transmitir aos jovens que a Economia Regional é diferente da economia nacional e europeia”.

O governante diz que a Madeira já tem condições para atrair mão de obra qualificada, mas nota que muitos jovens ainda demonstram alguma inflexibilidade relativamente a áreas alternativas, optando mais pelas áreas tradicionais. “Devem mudar a forma de pensar e é importante dizer-lhes que há outras saídas”.

Para o vice presidente do Governo Regional, o problema para manter os profissionais qualificados na Região coloca-se mais ao nível das remunerações, referindo especificamente a situação relacionada com os enfermeiros, que são chamados para mercados melhor remunerados. Pedro Calado diz que a solução deve ser encontrada no âmbito da Administração Central e da Administração Regional, no sentido de inverter essa realidade.