Chefe do Executivo madeirense prometeu prosseguir com a implementação de medidas de protecção do ambiente e das populações

Fotos: Rui Marote

O chefe do Executivo madeirense prometeu hoje na ALRAM intervir no futuro, na rede dos percursos pedestres, e requalificar caminhos reais e mais quintas e jardins. “Vamos requalificar os parques florestais das Queimadas e Ribeiro Frio”, garantiu. Albuquerque diz que também quer aumentar as áreas protegidas. Citando o Plano de Ordenamento Florestal aprovado em 2015, declarou que muitos dos problemas que se enfrentam actualmente de desordenamento florestal resultam frequentemente da existência de terrenos florestais privados cujos proprietários são desconhecidos.

Miguel Albuquerque prometeu ainda criar em terrenos que o GR está a adquirir no Caminho dos Pretos, um tanque de água, uma conduta com cerca de 11 km e várias bocas de incêndio. Prometeu ainda prosseguir a reflorestação e a vigilância a incêndios florestais, bem como criar duas equipas de sapadores florestais.

O governante também não deixou por mãos alheias os créditos pelo investimento no sistema de águas residuais e respectivo tratamento, no valor de milhões, e bem assim o investimento também substancial no sistema de regadio agrícola.

“Vamos manter a subsidiação à água de rega, precisamente para não sobrecarregar os agricultores com mais custos”, disse.

Garantiu, por outro lado,  que o ordenamento do território merece também uma atenção especial do seu Governo. E sublinhou a melhor qualidade das águas balneares na RAM, bem como os programas europeus de educação para o desenvolvimento sustentável que se aplicam nas escolas da Madeira.