Legado da economia do açúcar tema de conferência amanhã na escola da Torre

Aproveitando as comemorações do Ano Europeu do Património Cultural, os cursos EFA (Educação e Formação de Adultos) da EB Torre, em Camara de Lobos tem desenvolvido um conjunto de atividades que pretendem defender e promover o património Cultural regional, estando previstas inúmeras iniciativas, tais como: conferências, visitas de estudo, workshops, concursos e exposições.

Neste seguimento realiza-se amanhã, dia 29 de janeiro de 2018, pelas 19H20, na sala de sessões da EB Torre uma conferência intitulada O legado da economia do açúcar na Madeira, numa perspetiva Intercultural,  proferida por José Xavier Dias.

Segundo uma nota de imprensa hoje divulgada, esta apresentação será uma súmula de um trabalho de investigação iniciado no âmbito de um curso de Mestrado em Supervisão Pedagógica no Ensino da História e Ciências Socias, intitulado A Identidade  local numa abordagem intercultural: um estudo com alunos da ilha da Madeira.

Com este trabalho de investigação pretendeu-se compreender o papel da História local na construção do Conhecimento Histórico de alunos da Madeira e verificar a perspetiva intercultural no estudo de História Local.

Os principais resultados encontrados sugerem que os alunos que participaram neste estudo identificaram os principais monumentos e objetos ou instrumentos relacionados com a atividade do açúcar, tendo contudo um contacto bastante raro com eles.

Constatou,se, igualmente, que atribuem grande importância à História da Madeira no contexto da História local e algumas das respostas dos alunos remetem-nos para uma abordagem intercultural.