Encontro debate operações de resgate em elevada escala

Proteção Civil 1
A agenda de trabalhos terminará com um exercício coordenação de Resgate em Elevada Escala, simulando um incidente com um navio de cruzeiros.

“Melhorar o conhecimento sobre os riscos, estabelecer estratégias para redução de riscos e melhorar a preparação face à ocorrência de riscos”, são propósitos apontados pela estrutura para o primeiro workshop de operações de resgate em elevada escala na Região, que se iniciou hoje e prolonga-se até amanhã, 9 de novembro.

Uma nota sobre o assunto, hoje divulgada, refere que esta iniciativa “insere-se já no objetivo estratégico de “estabelecer estratégias para redução de riscos” e levará todas as entidades participantes a contribuir para uma estratégia de mitigação de fragilidades e redução do risco”, referindo ainda que “o objetivo final é a criação de um Mass Rescue Plan (MRP) que permita garantir a ativação, o empenho atempado, eficiente e coordenado de todos os meios disponíveis, em contexto de Operações de Resgate em Elevada Escala, para assegurar a salvaguarda da vida humana no mar, na faixa litoral e no Domínio Público Marítimo, assim como a mitigação dos riscos, coordenação das operações de remoção e preservação de evidências”.

A sessão de abertura decorreu nas instalações do Serviço Regional de Proteção Civil, na Cancela e contou com a presença do secretário regional da Saúde, do diretor do Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal e Capitão do Porto do Funchal e do presidente do Conselho Diretivo do SRPC, IP-RAM, que acompanharam do decorrer dos trabalhos.

A agenda de trabalhos terminará com um exercício coordenação de Resgate em Elevada Escala, simulando um incidente com um navio de cruzeiros com paragem prevista no porto do Funchal.