PSD apresenta proposta na CMF para criação de um Programa de Apoio Domiciliário para Idosos

Foto DR

Os vereadores do PSD à CMF proporcionaram ontem aos utentes da Associação Luís de Camões um passeio ao Monte Palace, no âmbito da comemoração do Dia Mundial da Terceira Idade, numa iniciativa denominada ‘O Lar sai à Rua’.

Um ato simbólico que serve para sensibilizar as instituições para a necessidade de “quebrar o isolamento da população mais idosa”, realizando iniciativas de cariz cultural e recreativo e oferecendo conhecimento do património da Cidade a esta franja da população.

“O Funchal tem mais de 40 mil pessoas com mais de 65 anos”, alertou a vereadora social-democrata. Defendendo que a Câmara do Funchal deve se preocupar com o envelhecimento demográfico da sua população, lamentou que o Município não tenha nenhum programa social que apoie verdadeiramente os seniores.

“Até o momento, não encontro nenhum programa social do Município que privilegie ou apoie esta população tão necessitada”.

Os vereadores sociais-democratas, vão assim, apresentar uma proposta de criação de um programa de apoio domiciliário, destinada à população mais idosa do concelho do Funchal.

“Considero que a nossa proposta é essencial ao bem-estar e à melhoria da qualidade de vida da nossa população sénior. Uma medida que vai ao encontro das políticas das famílias, uma vez que com o envelhecimento, temos que nos preocupar com os filhos e netos, promovendo o apoio aos nossos avós”.