Governo cria área de corta-fogo para proteger o Funchal

O Presidente do Governo Regional marcou presença hoje numa área onde será implementada uma “faixa corta-fogo”, com o propósito de melhor proteger a cidade do Funchal.

A “faixa corta-fogo” estender-se-á ao longo do Caminho dos Pretos, entre o Terreiro da Luta e o Palheiro Ferreiro, com uma área de cerca de 420 hectares, numa zona alta do concelho do Funchal frequentemente afetada por incêndios. O Governo pretende, assim, criar uma zona de baixa combustibilidade, com a qual o fogo se extingue ou diminui de intensidade, facilitando o combate e a proteção da população do Funchal em caso de incêndios.

Para a primeira fase do projeto está previsto:

1. Retirar gradualmente as plantas invasoras altamente combustíveis (eucaliptos, acácias, carqueja, giesta e matos secos que facilitam a propagação do fogo), sendo, no seu lugar, plantadas espécies folhosas (carvalhos, castanheiros e espécies indígenas), que ardem com mais dificuldade, reduzindo a intensidade do eventual fogo.

2. Criar uma rede de caminhos florestais que, além dos acessos, funcionará como aceiros (faixas corta-fogo, desprovidas de vegetação).

3. Construir um tanque de 1.500 metros cúbicos e beneficiar os já existentes.

4. Instalar uma rede de bocas-de-incêndio para fornecimento de água aos bombeiros.